MDF-e

O que é MDF-e (e para que serve)?

MDF-eAs empresas que realizam transporte de cargas e mercadorias sabem que a quantidade de documentos que precisam enviar junto com a carga é grande, como nota fiscal e DANFE e DACTE. Desta forma, quando o veículo é parado em algum posto de fiscalização, o motorista precisa entregar todos esses documentos fiscalização, que irá conferir e validar as informações. Para facilitar todo esse processo, em dezembro de 2010 foi instituído o Manifesto de Documento Fiscal eletrônico ou MDF-e.

O MDF-e é um documento digital que substituirá arquivos impressos como o Manifesto de Carga modelo 25 e a CL-e (Capa de Lote Eletrônica). O principal objetivo do Manifesto é agilizar toda a burocracia que envolve o transporte de cargas, padronizando os processos por meio de um documento único e eletrônico que servirá de modelo para a toda a cadeia logística.

Com isso, o MDF-e contribuirá para a redução do tempo de fiscalização, uma vez que permite que o fiscal faça a leitura de todos os documentos de uma só vez. Essa prática é muito benéfica para diminuir o prazo de entrega, reduzindo, consequentemente, os atrasos nas entregas de produtos.

Apesar de estar em discussão desde 2010, o AJUSTE SINIEF 21, que instituiu o MDF-e, determina que a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) de cada estado brasileiro regulamente o uso do documento e defina uma data para a obrigatoriedade da emissão e do uso do Manifesto – fique atento às publicações da SEFAZ do seu estado para não perder a obrigatoriedade. O ajuste define ainda que o MDF-e tem “validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente”.

Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe nos comentários abaixo.

Crédito de Imagem: geralt

CTA-inovacao-13-tendencias

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *