motoristas nos EUA

Um panorama dos profissionais motoristas nos EUA

motoristas nos EUAEm uma pesquisa realizada este ano, a NRS (National Retail Systems) entrevistou milhares de motoristas nos EUA para tentar identificar o que faz um motorista profissional escolher um trabalho em vez de outro. Em um país com muitas vagas em aberto para motorista de caminhão, 79% dos condutores definem o salário como aspecto mais importante na escolha de um emprego. O tempo disponível para ficar em casa foi classificado como o segundo mais alto e treinamento foi o mais baixo.

Para o vice-presidente da NRS, Joe Brady, as empresas estão relutantes em aumentar o salário desses profissionais porque as condições de mercado não permitem esse acréscimo além de um nível que não traga prejuízos financeiros. “Os clientes estão relutantes em aumentar os preços, apesar de variáveis ​​cada vez maiores, tais como novos equipamentos, manutenção e benefícios que continuam a subir com a inflação. Estas despesas somam, e as empresas de transporte muitas vezes são forçadas a arcar com os custos extras”.

Sobre o número de empregos nos últimos dez anos nos EUA, mais de 40% dos motoristas respondeu que ocupou entre três e cinco postos de trabalho. Isso mostra a grande demanda por motoristas no país, o que permite a escolha do trabalho que mais lhes agradar.

Outra curiosidade é a plataforma na qual os caminhoneiros têm buscado vagas de emprego. De acordo com a pesquisa, quase 80% dos entrevistados disseram que buscam anúncios de emprego na internet, superando o antigo meio de publicidade: classificados de jornais impressos. Outra questão abordada foi a razão principal da saída do emprego anterior. O motivo principal foi, mais uma vez, o salário (43%).

Quando o assunto é a falta de motoristas profissionais nos EUA, o diretor de marketing da NRS, Chris Saville, é pessimista. “Isso só vai piorar à medida que o tempo passa, e o que faremos se não houver número suficiente de motoristas de caminhão?”, questiona Saville. O diretor mesmo responde sua pergunta: “A América vai parar”.

E no Brasil? Você acha que a situação dos profissionais motoristas nos EUA é similar a nossa? Deixe sua opinião no campo de comentários.

Crédito de imagem: Alvimann/CC

hb.mdm-como-implantar-soluçao-de-apoio

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *