logistica-verde

Como sua empresa de entregas pode incentivar clientes a colaborarem pela logística verde

logistica-verdeA logística verde é uma prática cada vez mais comum e bem vista pelos consumidores. Isso porque muitas pessoas já têm hábitos de consumo e comportamentos que agridam o mínimo possível o meio ambiente e dão preferência a empresas que também tenham esse pensamento. Antes de mais nada, é importante não confundir logística verde com logística reversa, que apesar de bastante parecidas, têm diferenças sutis. A logística reversa trata de dar destino certo aos resíduos produzidos pelos produtos depois de usados pelo consumidor, ou seja, se um suco tem uma embalagem de vidro, por exemplo, a empresa tratará de recolher os recipientes vazios e encaminhá-los para reciclagem. Na logística verde esse processo também acontece, mas não somente ele. Nesse caso, todo o processo logístico será voltado para agredir o mínimo possível o meio ambiente, desde a criação das embalagens, passando pela armazenagem, distribuição até chegar a casa do consumidor, que após o uso tratará de contribuir para que a empresa possa dar o destino correto aos resíduos. Em resumo, a logística reversa é apenas uma parte da logística verde.

Como funciona a logística verde?

A  Ambev, uma das maiores empresas de bebidas do mundo, é um dos exemplos de como a logística verde funciona na prática. Além de optar pela renovação constante dos caminhões, que consomem menos óleo diesel e emitem menos CO2, eles otimizam o transporte com a ajuda da tecnologia. Grande parte das viagens é acompanhada por um sistema que permite o monitoramento da frota, ou seja, o motorista possui em um smartphone as coordenadas das entregas que deverá fazer, as que já foram feitas, as mercadorias devolvidas e o motivo das devoluções. Além disso, o sistema de frota compartilhada permite que os caminhões não retornem às fábricas vazios, pois fazem o trajeto de volta carregados com produtos de empresas parceiras.

Por que o consumidor é importante para a logística verde?

Por muitos motivos, mas principalmente porque ele precisará entender o valor daquela mudança e engajar-se na causa. Com a internet isso se tornou mais fácil, já que há dezenas de blogs e grupos que trocam informações e indicam empresas que adotam boas práticas ambientais, entre elas a logística verde. Isso é essencial para que o público entenda porque optar pela sua empresa e não por outra com produto similar, mas que não tenha as mesmas boas práticas. O engajamento do consumidor é importante também pois pode eventualmente causar estranhamento a alguns consumidores uma embalagem diferente e mais econômica ou ter que devolvê-la em algum ponto de coleta, por exemplo. Por isso é essencial que ele entenda os motivos e esteja disposto a contribuir.

Como fazer essa sensibilização?

Como já mencionamos, o boca a boca e a internet são indispensáveis para que as pessoas gostem e engajem-se na causa da logística verde. Por isso, invista em marketing que explique como adotar essas práticas é importante para o meio ambiente. Seja transparente, mostre cada etapa e sensibilize os consumidores. A Natura é uma empresa de cosméticos conhecida por preocupar-se com questões ambientais e que pratica a logística verde. Esse vídeo lançado recentemente chama a atenção para a embalagem ecológica de shampoo e dá lições, de forma descontraída, sobre consciência ambiental e logística verde.

Ter uma cadeia verde é mais caro?

Nem sempre. Em alguns casos é até mais barato, mas é preciso organização e o auxílio da tecnologia. Renovar a frota de veículos em períodos menores pode parecer desvantajoso, mas se pensamos que os caminhões acabam consumindo menos combustível e gastam menos com manutenção, acaba valendo a pena. Ter embalagens retornáveis ou que agridam menos o meio ambiente não custa caro, basta ter um bom esquema para recolhimento e destinação dos resíduos e colaboração dos consumidores. Tudo depende muito mais da mudança de hábitos e processos do que despesas em si.

Sua empresa pratica a logística verde? Já pensou nisso? Conte sua experiência para nós.

Crédito da imagem: Unsplash/CC

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *