gestao-de-suprimentos

Sua empresa realiza a gestão de suprimentos de forma adequada?

gestao-de-suprimentosA gestão de suprimentos cuida do gerenciamento estratégico de todas as etapas que dizem respeito  ao produto, desde o fornecedor até a entrega para o cliente. Ter em mente que todos os processos estão interligados e que o sucesso do resultado final depende de cada um deles, é o primeiro passo para obter êxito. Nesse processo estão incluídos custos,  insumos, funcionários, transporte, tecnologia, etc. Atingir esse objetivo não é fácil,  principalmente pela complexidade das atividades e as necessidades exclusivas que cada cliente pode demandar.  Veja, etapa a etapa, se sua empresa cuida de maneira adequada de cada um dos momentos fundamentais para a gestão de suprimentos.

Gestão de suprimentos: do fornecedor ao cliente

Já vimos que a gestão de suprimentos depende de uma série de etapas e que a maneira como elas são coordenadas dentro de uma empresa é o que determina a qualidade final do produto entregue. A seguir, listaremos algumas dessas fases da cadeia e daremos dicas sobre como cada uma delas pode ser mais eficaz:

Escolha do fornecedor

Você sabe ao certo quais são os critérios utilizados para a escolha dos fornecedores dentro da sua empresa? Algumas organizações optam pelo fator custo, outras pelo nome e reputação do fornecedor, há ainda as que tradicionalmente compram em um mesmo local e sequer questionam os motivos. O modelo de fornecedor para a gestão de suprimentos ideal é aquele que alia bom preço, qualidade e relação de confiança. Para atingir esse objetivo, a lista de fornecedores precisa ser revista de forma periódica. Só com planejamento é possível estabelecer rotinas  que permitam olhar o mercado e perceber novas oportunidades ou possíveis defasagens em fornecedores tradicionais.

Logística primária

Muitas empresas fazem questão de melhorar os processos de logística de transporte na entrega para o cliente, mas somente as que encaram a gestão de suprimentos como prioridade dão atenção também à logística primária. Esse conceito diz respeito a todo tipo de transporte feito dentro da própria organização, ou seja, do fornecedor de matéria-prima até a fábrica, da fábrica até os centros de distribuição, entre centros de distribuição diferentes, etc. Monitorar também esse processo é fundamental para a redução de custos,  agilidade das operações e eficácia dos processos. Por isso, considere implantar um software de monitoramento em tempo real. Com essa ferramenta, é possível saber o status exato de cada caminhão, possibilitando maior agilidade em demandas de carregamento e descarga de mercadoria, otimização de jornadas dos motoristas, cronometragem de tempos de espera, etc.

Armazenamento

Quanto maior o armazém mais difícil é fazer a gestão dos produtos que estão estocados.   Por isso, é fundamental o uso de tecnologias que ajudam a extrair informações como localização de cada produto, quantidade de itens, prazo de validade, e até mesmo dados estratégicos como qual item tem maior demanda, qual demora mais a girar no estoque, quais precisam ser produzidos em maior ou menor quantidade, etc. O software  ideal para realizar esse tipo de gestão de suprimentos é o WMS. Ele utiliza ferramentas e dispositivos tecnológicos para coletar dados e informações. que são armazenados em um banco de dados e tornam o sistema apto a gerar relatórios que podem ser utilizados no planejamento estratégico.

Transporte

Outra etapa fundamental da gestão de suprimentos é o transporte do produto até o cliente.  Contar com sistemas como roteirizadores e gerenciadores de entregas é fundamental para o sucesso das entregas, garantindo menor custo, cumprimento de prazos e bom relacionamento com os clientes. Isso porque o roteirizador é capaz de planejar os melhores caminhos para realizar as entregas e o gerenciador de entregas é responsável por enviar para a central as informações sobre o status do caminhão em tempo real. Assim, é possível saber se o motorista realizou paradas não programadas, se está dentro do prazo previsto para a realização da entrega, ou se teve algum contratempo como um engarrafamento, por exemplo. Por meio dessas tecnologias, a empresa consegue realizar ações de forma preventiva a fim de tranquilizar o cliente e negociar novos prazos no caso de haver imprevistos. Como  os sistemas também geram relatórios, outra vantagem para a boa gestão de suprimentos é a possibilidade de análise de dados com o objetivo de criar soluções para problemas identificados como recorrentes.

Engajamento do time

Muitas empresas esquecem que a gestão de pessoas faz parte da realização de uma boa gestão de suprimentos. Os funcionários são os responsáveis por manter os serviços funcionando de forma plena e eficiente. Como estão as ações de gestão de pessoas dentro da sua empresa? Muitas empresas já perceberam como é fundamental manter os funcionários engajados em torno de uma causa incomum e criam alternativas para torná-los parte do processo. Um exemplo são softwares que usam o conceito de gamification para manter os funcionários engajados e premiar aqueles que obtiverem desempenho superior.

Relacionamento com o cliente

Uma gestão de suprimentos de excelência também leva em conta o relacionamento com o cliente. Existe algum processo de consulta periódica sobre a qualidade das entregas da sua empresa? Tornar o cliente parte do processo é o segredo de muitas empresas que possuem sucesso. O mesmo vale para quando acontece um erro em algum dos processos que envolvem a entrega do produto para um cliente. Assumir o erro e contorná-lo da melhor maneira possível conta pontos a favor da sua empresa. No caso de devoluções, por exemplo, ter o apoio de um software que permita fazer a negociação em tempo real é fundamental para a solidez do relacionamento com o cliente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *