distribuicao-de-remedios

O que deve ser levado em conta ao fazer a distribuição de remédios?

distribuicao-de-remediosA distribuição de remédios é uma das áreas que tem a logística mais complicada. Assim como os alimentos, o transporte de medicamentos exige condições específicas de temperatura, embalagem e atenção especial aos lotes e datas de validade. Para fazer com que esse transporte seja seguro, as empresas enfrentam uma serie de dificuldades, especialmente porque nem todas possuem frota com veículos e motoristas próprios. Contratar motoristas ou empresas de transporte exige tomar alguns cuidados e fiscalizar para que tudo corra dentro do esperado, caso contrário a responsabilidade pode recair sobre o embarcador.

Como a tecnologia pode ajudar na distribuição de remédios?

Garantir a segurança na distribuição de remédios é um assunto delicado e sério, já que se trata da vida das pessoas. Alguns medicamentos precisam estar sempre a uma temperatura adequada, ou perdem a eficácia. Isso sem falar que um lote de remédios trocado ou uma carga extraviada tem muito mais consequências do que quando se trata de outro tipo de carga. Por isso, a atenção precisa ser redobrada, especialmente em três pontos principais: gerenciamento de risco, garantia das condições adequadas de transporte e controle de lote:

Gerenciamento de risco: a distribuição de remédios trabalha com cargas geralmente bastante visadas por assaltantes, especialmente aquelas que trazem remédios controlados com alto valor no mercado negro. Para essas cargas, é recomendado o uso de aplicações para monitoramento de frotas, que possibilitam acompanhar em tempo real a posição e o status do caminhão. Integrados a essa ferramenta, podem estar mecanismos de segurança. O aplicativo pode, por exemplo, estar sincronizado com travas de segurança que só abrem o baú para ter acesso a carga quando o caminhão estiver em determinado raio de alcance, ou seja, quando já estiver na latitude e longitude certas do cliente final.

Garantia das condições adequadas de transporte: como já mencionamos, a distribuição de remédios tem a temperatura como um dos fatores determinantes, especialmente os chamados termolábeis, que exigem baixas temperaturas para conservação do ingrediente ativo. Sendo assim, é importante haver um controle do embarcador sobre as condições que a carga está viajando. Assim como a trava de segurança, é possível integrar às aplicações de monitoramento dispositivos de controle de temperatura. Dessa forma, é possível garantir que durante toda a viagem os remédios estarão em boas condições e não oferecerão riscos ao consumidor.

Controle de lote: ao chegar ao cliente, é preciso ter certeza de que aquela é mesmo a carga que ele pediu. Em qualquer tipo de transporte essa conferência é importante, mas na distribuição de remédios ela se torna essencial porque muitos deles possuem embalagens parecidas, mas causam efeitos totalmente diferentes, seja benéficos ou colaterais. Ter coletores de códigos de barra para a conferência do lote é bem útil nesses casos. Outro fator que faz dessa conferência importante são os casos de recall de medicamentos. Nenhuma empresa deseja que isso seja necessário, mas caso for é preciso saber exatamente onde estão os medicamentos de determinado lote para o recolhimento.

O que sua empresa ganha com isso?

Tomando esses cuidados, sua empresa ganha em confiança, agilidade e redução de custos. Tendo esses dispositivos, é possível controlar os motoristas para que não haja desvios de rota, perda de carga e outros transtornos. O monitoramento, por permitir maior controle, também transmite para o cliente a certeza de que os produtos sempre estarão em boas condições. E além de tudo isso, sua empresa economiza porque tem menor volume de perdas e não precisa necessariamente ter motoristas e frota próprios, o que muitas vezes diminuir custos.
Ficou com alguma dúvida sobre a distribuição de remédios? Deixe um comentário para nós.

crédito da imagem: stevepb/CC

Como implantar uma solução de apoio a distribuição-02

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *