controle de esroque

Controle de estoque: como organizar a rotina e evitar erros de uma vez por todas

controle de esroqueQuem tem armazéns, grandes ou pequenos, sabe o quanto o controle de estoque é vital para o sucesso de uma empresa. É estratégico ter nas mãos informações como: quais os produtos que saem com mais velocidade? O que precisa ser vendido logo por conta do prazo de validade? Qual produto não teve boa aceitação? O problema é que nem todas as equipes conseguem se organizar de maneira que esses processos se tornem rotina e as informações sejam extraídas com facilidade e usadas para prever ações.

Planilhas feitas à mão praticamente inviabilizam esse trabalho e o uso do excel pode até funcionar para empresas pequenas, mas mesmo nelas exige grande esforço para analise de dados. Em estoques grandes, nem se fala. Os métodos antigos, além de estarem muito sujeitos a falhas, inviabilizam totalmente a análise por conta do grande volume de informações. Por isso, cada vez mais empresas têm percebido a importância de trabalhar com softwares WMS. Eles tornam as rotinas de controle de estoque muito mais simples e permitem que a análise de dados seja feita facilmente.

Como o WMS funciona no controle de estoque?

No dia a dia dos armazéns, algumas rotinas são essenciais para o controle de estoque como: conferências, contagens cíclicas, adição de itens e baixas no sistema. O WMS funciona automatizando, integrando e facilitando essas funções. Além de dispensar o uso de papel, trazendo as rotinas para o smartphone ou tablet, a ferramenta integra as informações em uma só plataforma e gerencia de forma inteligente os dados para futuras análises. Dessa forma, os processos se tornam muito mais rápidos e precisos, diminuindo consideravelmente as inconsistências.

Apesar de melhorar a coleta e análise de dados, de nada adianta implementar a ferramenta se internamente algumas rotinas precisam ser mudadas na sua empresa. Veja alguns conselhos:

  • Tenha uma pessoa responsável pelas entradas e saídas – esse funcionário deve constantementeacompanhar e validar todas as informações do sistema e se estão ocorrendo inconsistências nas movimentações de estoque.
  • Organize seu armazém – Para facilitar os processos de controle de estoque, tudo precisa ter um lugar. Em empresas que trabalham com um número grande de SKUs isso é mais difícil, mas não impossível. Se necessário separe por categorias e preze pela organização.
  • Faça promoções – isso garante que nada vai vencer em seu estoque. Vale também para itens como roupas, calçados ou móveis. Vencer, nesses casos, é estragar ou ficar fora de moda. Estoque parado sempre significa prejuízo, por isso aja pró-ativamente.

Com essas orientações, os processos de controle de estoque se tornarão muito mais precisos e sua empresa terá muito mais sucesso.

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Crédito da imagem: pashminu/CC

boas-práticas-normas-para-armazenagem-e-distribuição

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *