compras-pela-internet

Conheça os 5 erros de logística mais comuns das empresas que trabalham com compras pela internet

compras-pela-internetDecisão importante para toda empresa, trabalhar com e-commerce pode se tornar um grande desafio para a área de logística, uma vez que as compras pela internet apresentam várias diferenças em relação ao comércio físico. Como tudo acontece de forma muito rápida, sem a ajuda da tecnologia é quase impossível imaginar a integração entre vendas e estoque. Por isso, muitos erros costumam acontecer e, se forem graves ou recorrentes, podem até manchar a imagem da sua empresa. Separamos 5 principais erros possíveis no segmento e como você pode evitá-los:

1 – Manter disponível no site algo que não está mais em estoque

A falta de integração automática entre vendas e estoque é um problema que gera muitos incômodos entre a empresa e os clientes que costumam fazer compras pela internet. Se os processos são feitos manualmente, o intervalo entre a compra e a baixa no estoque pode durar tempo suficiente para outro cliente se interessar pelo mesmo produto. Para evitar esse transtorno, invista em sistemas que integrem e-commerce e controle de estoque, e não sofra com esse problema.

2 – O cliente receber algo diferente daquilo que pediu

As origens desse problema podem ser muitas, mas o resultado é sempre o mesmo: um enorme transtorno. Quem faz compras pela internet espera receber exatamente aquilo que pediu. Se na sua empresa isso acontece com frequência, é preciso encontrar a origem do problema. Verifique, por exemplo, se a gestão de SKU está sendo feita de maneira correta, se os processos de separação são adequados, ou se a inconsistência está acontecendo na hora da entrega. Com o uso de alta tecnologia na gestão de armazéns, erros como esse dificilmente acontecem, já que o sistema é rigoroso quanto às separações e conferências de pedidos.

3 – Não ter cuidado com a embalagem dos produtos

Se tudo der certo com o pedido e a separação no estoque, é hora de enviar o produto ao cliente. Quando se faz compras pela internet, o mínimo que se espera é que o produto chegue em condições perfeitas, assim como se tivesse sido comprado em uma loja. Sendo assim, a empresa não pode economizar na hora de escolher a embalagem certa para cada objeto. Além de demonstrar zelo ao cliente, isso evita que o produto seja devolvido e que um novo ciclo de entregas precise acontecer.

Veja 6 dicas para evitar produtos com avarias

4 – Não usar mecanismos de rastreamento

Estar atento a cada detalhe do transporte do produto é simples e pode fazer uma grande diferença na segurança e também no relacionamento com o cliente. Investir em rastreadores torna a carga mais segura porque ela pode ser monitorada à distância, tornando mais difícil a ação de saqueadores. Já o relacionamento com o cliente é beneficiado, uma vez que ele poderá ser informado em caso de imprevistos com o produto que ele está esperando.

Integrado aos rastreadores estão os sistemas de monitoramento de entregas. Eles são um elo entre a central e o motorista, que envia alertas a cada evento esperado e inesperado feito durante a viagem. Assim, é possível ter segurança sobre tudo que está acontecendo e o prazo de chegada da encomenda ao destino.

5 – Desrespeitar os prazos de entrega

Quem faz compras pela internet em geral está habituado a esperar, mas nunca além do previsto. Quando a empresa combina uma data, ela deve ser cumprida rigorosamente. Se você tem problemas com atrasos, talvez seja interessante estimar uma data mais distante. Caso o produto chegue antes, ótimo. Outra alternativa é rever os processos, já que prazos muito longos não costumam ser tolerados. Um sistema como o que citamos no tópico anterior, que gerencia as entregas e informa a central sobre todos os eventos feitos no trajeto do caminhão, pode evitar, por exemplo, paradas não programadas que atrasam a viagem.
Você comete algum desses erros de logística? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!

 

call

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *