produtividade do motorista

5 formas de aumentar a produtividade do motorista

produtividade do motorista

É provável que todo gestor de entregas já tenha pensado em aumentar a produtividade do motorista, da equipe e das operações. O problema é: como conseguir, com os mesmos recursos (ou até com menos), melhores resultados? Neste texto, separamos cinco dicas que podem ajudar gestores a superarem esse desafio.

Acompanhe:

1. Não sobrecarregar a frota

Muitas entregas agendadas para o mesmo dia não é sinal de produtividade do motorista. Profisisonais sobrecarregados de entregas podem render menos, ao contrário do que alguns gestores podem estar pensando. Um outro problema gerado pela sobrecarga de trabalho são os afastamentos por doença. De acordo com uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo), demandas excessivas, pouco controle sobre as tarefas, recompensas inadequadas e o comprometimento individual excessivo são fatores que aumentam a chance de afastamento do colaborador.

2. Reuniões constantes

Colaboradores desmotivados e desorientados são propensos a ter baixo desempenho e produtividade. Reuniões e encontros regulares podem alinhar objetivos, mostrar erros de logística, problemas no processo e até evitar mal entendidos. Quando os colaboradores sabem seu papel dentro da organização, eles tendem a se envolver e a se comprometer mais. Não esqueça de abrir um caminho para receber o feedback da equipe. Um canal aberto de conversa entre central e funcionário ajuda a diminuir a desinformação e contribui para a melhoria de processos da empresa.

3. Comunicação em tempo real

Não saber o que fazer diante de um imprevisto pode ser um grande problema para a produtividade nas entregas. Para isso, já existem sistemas de comunicação eficientes que mantêm central e motoristas sempre conectados, evitando demoras e falhas na tomada de decisão. Dessa forma, a responsabilidade pela entrega é também dividida, o que diminui a propensão a prejuízos vindos de escolhas erradas.

4. Uso de GPS

Se o motorista tem a sua disposição uma ferramenta que mostre sua exata localização e o destino final, é muito provável que não erre o caminho e termine sua entrega em menos tempo. Com a queda do número de desvios de rota, a produtividade será maior.

5. Traçar rotas otimizadas

Não adianta ter um GPS se a sequência de entregas não for definida de forma inteligente. Um roteirizador é capaz de traçar as rotasotimizadas, o que significa menor custo com o transporte e maior  produtividade nas entregas.

Você tem outra dica para aumentar a produtividade do motorista? Compartilhe nos comentários

Crédito de imagem: Jim Fischer/CC

hb.mdm-integrar-equipe

 

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *