truck-driver-614191_1280

Saiba como monitorar motoristas pode ser importante para o lucro da sua empresa

truck-driver-614191_1280

Monitorar motoristas é um desafio para muitas empresas, mas é extremamente importante para o sucesso e pontualidade das entregas. Isso porque, quando não há acompanhamento adequado, é comum que haja atrasos e desvios de rota. Já mencionamos aqui no blog que a pontualidade é um dos fatores mais importantes na relação com o cliente, mas não é só isso. Quando se usam métodos para monitorar motoristas, é possível também reverter devoluções, já que, por meio do mesmo sistema, o motorista pode negociar para que o cliente fique com parte da carga e receba vantagens em troca.

Como posso monitorar motoristas com o uso da tecnologia?

Para ter um sistema eficiente para monitorar motoristas não é preciso um investimento muito alto. Escolha uma tecnologia que opere em smartphones, seja confiável e fácil de usar. Por meio dela, será possível saber o status das entregas, verificar se o motorista está obedecendo o tempo previsto para chegar ao destino, se tudo correu como previsto, etc. É vantagem também para o trabalho do motorista, já que o aplicativo dá acesso ao GPS e traça a melhor rota caso ele não saiba chegar até o endereço.

Como já citamos, monitorar motoristas ajuda também a reverter devoluções. Por meio do aplicativo, isso acontece em tempo real. A ferramenta dá acesso a um menu com opções onde são registrados os motivos da ocorrência, permite a comunicação com a central e até enviar fotos, caso necessário. Tudo isso fica registrado para posteriores análises. Na tela do sistema, na central, é possível visualizar:

  • Status da entrega
  • Devoluções
  • Paradas programadas (descanso, almoço, etc)
  • Paradas não programadas (quando o motorista fica mais de 15 minutos em um local sem motivo justificado)

Quais são as vantagens?

Além do maior controle sobre tudo que acontece, há ganhos expressivos de produtividade dos motoristas. Além dos recursos disponíveis, como GPS e possibilidade de comunicação em tempo real com a central, o maior controle evita as paradas não programadas e os desvios de rota. Como há o registro de todas as atividades, há vantagens também para o planejamento a longo prazo, ou seja, se ao monitorar motoristas for identificado que alguma ocorrência está se tornando frequente, é possível tomar alguma atitude para evitar que se repita.

À medida que a eficiência aumenta, o relacionamento com o cliente também prospera. Quando ele observa que as entregas chegam no prazo e que, quando há algum problema, ele é resolvido rapidamente, o relacionamento se torna mais forte. Clientes satisfeitos costumam ser fiéis e até trazer outros clientes por meio de indicações. A soma de todas as vantagens de monitorar motoristas resulta na economia de recursos e no lucro da empresa. Por isso, ao planejar investimentos de melhoria para as entregas da sua empresa, não pense duas vezes ao optar por sistemas de monitoramento.
Você concorda que monitorar motoristas pode ajudar na produtividade? Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário para nós.

Crédito da imagem: leestilltaolcom/ CC

produtos-com-avarias-cta

Como implantar uma solução de apoio a distribuição

Operação logística eficiente: 6 dicas

operacao-logisticaTer uma operação logística eficiente envolve muitos detalhes. Na teoria é fácil: basta que o produto chegue ao cliente no prazo e em perfeitas condições. Na prática, muitos imprevistos podem acontecer. Para garantir que o serviço prestado pela sua empresa seja o melhor possível é preciso planejamento, organização, vigilância e análise. Sem esses cuidados, o resultado pode ser dor de cabeça e clientes insatisfeitos. Por isso, separamos essas 6 dicas que podem te ajudar a ter sucesso e fluidez no dia a dia da sua operação logística:

Como ter uma operação logística mais eficiente

1) Ponha a casa em ordem

O primeiro passo é observar como a operação logística se organiza dentro da sua empresa. Você sabia que algumas modificações no layout do armazém podem fazer a diferença? Espaço adequado para circulação, localização das portas e limpeza melhoram muito o fluxo de mercadorias e consequentemente ajudam a trazer eficiência.

Outro aspecto importante é a gestão. Sistemas de WMS permitem ter visão completa e estratégica sobre a movimentação de mercadorias, o que facilita a separação de produtos, conferências, evita desperdícios no armazém, etc.

2) Fique de olho nas entregas

Quando a carga sai do ambiente da empresa, você tem controle sobre ela? Investir no monitoramento da entrega ajuda a melhorar a qualidade do serviço e controlar gastos. Softwares de monitoramento permitem saber o posicionamento do motorista, comunica paradas não programadas e desvios de rota. Isso torna a operação logística eficiente porque garante que tudo que foi pensado está sendo cumprido e, caso haja algum imprevisto, torna possível planejar ações ou comunicar o cliente sobre um possível atraso.

3) Reverta devoluções

Softwares de monitoramento de entregas, além de enviar informações sobre o status do caminhão, também permitem a comunicação direta com o motorista. Isso facilita o trâmite para reverter devoluções porque, como a central fica sabendo sobre o problema no momento da entrega, é possível entrar em contato e negociar com algum benefício para que se fique pelo menos com parte da carga. Isso poupa gastos e melhora o relacionamento com o cliente, que tende a não sentir-se tão lesado com o erro.

Case de sucesso: veja como o Atacadão Centro Sul reverteu R$47 mil em devoluções em um mês

4) Escolha os melhores caminhos

Outra dica preciosa para uma operação logística eficiente é investir em roteirização. Escolher a ordem e o caminho pelos quais serão feitas as entregas aumenta a precisão do serviço porque evita lugares congestionados em determinados horários, garante a passagem por estradas em melhores condições e faz o roteiro de acordo com a necessidade da sua empresa e do cliente. A tecnologia nesses casos é essencial porque nem sempre o melhor caminho é o mais curto. Um software eficiente é capaz de fazer essa gestão sozinho, otimizando o trabalho das equipes e desonerando a empresa.

5) Invista no relacionamento com o cliente

Uma operação logística eficiente também precisa pensar no pós-venda. A satisfação do cliente é importante porque, se ele gostar do serviço, voltará a entrar em contato, indicará para amigos e fará sua rede de relacionamentos crescer. Ter contato direto e constante com o cliente, especialmente os mais fiéis ou antigos, ajuda a identificar problemas no seu serviço. Muitas vezes alguma mudança muito simples pode fazer toda a diferença, mas só o cliente vê, pois é ele que vive o dia a dia das entregas. Questione, mostre-se disponível e sempre disposto a melhorar.

6) Faça a analise de dados

Utilizar ferramentas tecnológicas para melhorar a eficiência da operação logística facilita a rotina das entregas, mas também permite a análise de dados por meio de relatórios. Isso é importante porque, no dia a dia, problemas recorrentes podem passar despercebidos. A análise de dados e resultados ajuda a ver onde está acontecendo o erro ou acerto para evitá-lo ou replicá-lo. Isso vale não só para as entregas em si, mas também para movimentações no armazém e até setores mais estratégicos como o de compras e gestão.
Esperamos que essas 6 dicas possam ajudar a melhorar a sua operação logística. Se você ainda ficou com alguma dúvida, escreva para nós nos comentários.

Crédito da imagem: falco/ CC

Como implantar uma solução de apoio a distribuição

profissional-de-logistica

Saiba quais características um bom profissional de logística deve ter

profissional-de-logisticaEscolher ser um profissional de logística é uma das carreiras mais promissoras da atualidade. Dependendo do nível de formação, os salários podem variar de R$2 mil a até R$45 mil, segundo o guia da carreira. Apesar das boas perspectivas, destacar-se tende a ser cada vez mais difícil, já que o mercado é dinâmico e exige atualizações constantes. Por isso, se pudéssemos resumir o profissional de logística ideal em uma característica seria: adaptável. Se você pretende aventurar-se nessa carreira, prepare-se para passar pro grandes mudanças e estudar sempre.

Qual a formação ideal do profissional de logística?

Depende. Além dos cursos tradicionais de logística, o mercado exigirá pessoas com outros tipos de conhecimento como economia e administração, por exemplo. Engenheiros também serão bem-vindos, já que as operações tendem a ficar cada vez mais automatizadas, mas nem por isso menos complexas. No fim das contas, a formação do profissional de logística vai ser apenas um dos pontos a ser levado em consideração, junto com as capacitações técnicas específicas e características pessoais, tais como:

  • Liderança – na logística do futuro, as máquinas serão capazes de tirar muitas conclusões, mas as decisões estratégicas continuarão a cargo dos seres humanos. Pessoas com perfil de liderança tendem a se destacar porque são capazes de agir como influenciadoras e tirar o melhor das equipes.
  • Curiosidade – buscar sempre fazer mais, melhor e, se possível, de um jeito totalmente novo será uma característica muito apreciada do profissional de logística. A pessoa curiosa acaba conhecendo todos os aspectos do ramo que atua e torna-se capaz de resolver problemas com muito mais facilidade.
  • Boa capacidade de relacionar-se – essa é uma característica que, infelizmente, não é tão comum quanto deveria. Ter boa capacidade de relacionamento é bom para o profissional de logística porque isso torna o trabalho mais agradável, assim como a relação com o cliente. A satisfação da prestação do serviço será cada vez mais decisiva na decisão de compra e na fidelização dos clientes, por isso um profissional de logística com essa qualidade tende a se destacar.
  • Conhecimento avançado em tecnologia – conhecer o mínimo possível de tecnologia é pré-requisito para estar no mercado, mas ter conhecimento avançado pode ser um grande diferencial. Sabemos que as máquinas serão cada vez mais presentes na logística, mas saber lidar com elas pode não ser tão simples. Se o profissional de logística tiver conhecimento avançado sobre automação e tecnologia com certeza pode destacar-se.

Essas são apenas algumas características que o profissional de logística deverá ter para conseguir espaço. Você pode ter reparado que não citamos muitas condições específicas de formação ou capacidade técnica, mas sim atributos pessoais. Isso não é à toa, já que cada vez mais percebe-se que é muito mais fácil capacitar tecnicamente um profissional que tem boas características pessoais do que o contrário. Preocupe-se em estudar aquilo que tem mais afinidade e conhecer a empresa que quer trabalhar, mas principalmente cuide de sua capacidade de relacionamento e atualize-se sempre. Assim, o sucesso ficará mais perto.
Tem alguma dúvida sobre as características do profissional de logística? Deixe um comentário!

crédito da imagem: SnapwireSnaps/CC

Aprenda-a-integrar-equipe-de-entrega,-central-de-monitormento-e-gestão

 

transporte-primario

Como otimizar o transporte primário da sua indústria

transporte-primarioO transporte primário acontece quando a indústria precisa realizar viagens entre suas diferentes unidades de negócio, ou seja, o objetivo final não é chegar até o cliente, mas transportar cargas ou matéria-prima entre os endereços pertencentes à própria indústria. Acontece, por exemplo, de uma unidade fabril produzir as peças de um produto eletroeletrônico e outra fazer a montagem. As duas unidades são dependentes, mas entre um processo e outro há a necessidade de transporte. Apesar de não ter tanto compromisso com horários e prazos, visto que quem regula essas viagens é a própria empresa, o transporte primário também deve ser organizado de forma otimizada, já que também envolve custos logísticos.

Uso da tecnologia para otimizar o transporte primário

Além de seguir todas as recomendações tradicionais para um bom transporte, como boas práticas de carregamento, por exemplo,  para ser eficiente, recomenda-se que o uso de tecnologias para gerenciamento de cargas e frotas. Podemos apontar como as principais dificuldades do transporte primário:

  • Contratação de fretes
  • Planejamento do carregamento/descarregamento
  • Falta de visibilidade na chegada ou atraso na saída da fábrica e no centro de distribuição
  • Multimodalidade

Todas essas dificuldades podem ser solucionadas quando se sabe exatamente qual tecnologia usar. Quando a contratação de fretes para transporte primário precisa ser feita de forma autônoma, ou seja, não usar frota própria da indústria, há necessidade de mapear motoristas aptos a fazer o trabalho. Antigamente, era preciso contatar agentes de carga, mas hoje isso já pode ser feito diretamente com o motorista, como mostra essa reportagem exibida no dia 21 de janeiro de 2016, no jornal Hoje, da rede Globo. Por meio de aplicativos para celular, motoristas (ou empresas que fazem fretes) e embarcadores se comunicam e fecham negócio diretamente.

É por meio do celular também que o motorista fornece ao embarcador informações em tempo real sobre o status do transporte primário. Para saber a localização exata do caminhão, utiliza-se a tecnologia de georreferenciamento, o chamado monitoramento de frotas. Ter essa informação precisa é essencial tanto para saber se o condutor do veículo fez algum desvio de rota, ou mesmo para tomar decisões baseadas em: tempo estimado até a chegada no próximo ponto de parada, se há algum evento incomum no trajeto, etc. Essas informações são estrategicamente importantes no transporte primário, já que, se houver atraso no transporte de uma unidade para outra das peças para a montagem de um produto eletroeletrônico, como citamos no exemplo, os funcionários da fábrica que monta o produto ficarão ociosos, gerando prejuízos para a indústria. Se o gestor souber dessa informação antes, poderá organizar previamente a equipe para realizar outras atividades.

São essas ferramentas também que podem ajudar a fazer a integração quando há necessidade de multimodalidade no transporte primário, ou seja, integração entre rodovias, balsas (produtos que tem sua produção em Manaus), ferrovias, etc. Como a comunicação é mais simples, fica fácil organizar viagens desse tipo, o que pode resultar em menos tempo de deslocamento e economia de recursos.
Percebeu as vantagens de optar pelo uso de tecnologia para o transporte primário? Tem alguma dúvida? Deixe um comentário.

Crédito de imagem: freephoto/CC

transporte-personalizado

Transporte personalizado: como a tecnologia pode ajudar a atender clientes com necessidades exclusivas

transporte-personalizadoInvestir em transporte personalizado pode ser um diferencial importante para as empresas de distribuição. Já falamos algumas vezes aqui no blog que a satisfação do cliente tem sido um dos fatores principais do sucesso das empresas. É por isso que oferecer serviços que façam com que o cliente sinta-se especial é absolutamente importante. Parece simples, mas não é, uma vez que tratar cada cliente como único exige cuidado em cada detalhe, mas a tecnologia pode ajudar e valerá a pena. Veja as dicas:

Conheça a fundo o produto que está transportando

Clientes que optam pelo transporte personalizado querem que seus produtos cheguem ao destino intactos. Se a carga exige uma temperatura específica, por exemplo, certifique-se de que o caminhão tem condições de suprir essa necessidade. O importante é questionar a embarcadora sobre todas essas necessidades e garantir que elas serão cumpridas durante toda a viagem.

Pergunte sobre as necessidades de carga e descarga

Muitas vezes a exclusividade exigida no transporte personalizado diz respeito às necessidades de carga e descarga. Pode ser que o local seja de difícil acesso ou exija um caminhão com altura limitada. Pode ser também que o embarcador ou o cliente final esteja em área residencial ou comercial, o que restringe o horário de circulação de veículos pesados e barulho.

Cumpra prazos e obedeça horários

Já falamos diversas vezes sobre o quão importante é cumprir prazos e horários. No transporte personalizado isso se torna ainda mais importante, pois, se o cliente possui necessidades diferenciadas, elas devem ser atendidas. Nesse caso, a tecnologia mostra-se importante aliada, já que por meio do monitoramento e roteirização de frotas é possível estabelecer uma rota adequada e monitorar a movimentação do caminhão, o que torna possível avisar sobre ocasionais atrasos por problemas no trajeto.

Tenha uma relação franca com o cliente

No transporte personalizado, como cada cliente é tratado de forma diferenciada, é preciso ser franco e direto. Quando há algum atraso ou problema, o melhor é relatar ao cliente para encontrar juntos uma solução. Um dos comportamentos que mais irrita o cliente é sentir-se enganado ou enrolado, por isso tenha pessoas altamente treinadas para agir de forma franca e respeitosa na sua empresa. Se a relação for de confiança, possivelmente ela será mais duradoura.

Preocupe-se com a experiência do transporte personalizado

O atendimento ao cliente não acaba quando a entrega chega ao destino. Certifique-se, por meio de pesquisas formais ou informais, de que a experiência do transporte personalizado foi boa. Caso passe um período determinado de tempo e o cliente não volte a utilizar os seus serviços, procure saber o que aconteceu. Para ter esses lembretes a tecnologia pode ajudar, enviando alertas. Feito isso, fique atento para que as críticas não sejam feitas em vão, mas transformem-se em melhorias. Caso o cliente tenha sido lesado, tente oferecer algo para compensar.

Pensar em transporte personalizado não é algo exclusivo de quem trabalha com produtos de grande valor agregado, frágeis ou perecíveis, mas deveria ser de todas as transportadoras. Quando o cliente sentir que sua empresa se importa com ele, certamente sentirá confiança e sempre usará seus serviços. Invista nesse cuidado e observe os ótimos resultados.

O que você acha do transporte personalizado? Conte sua experiência para nós nos comentários.

Crédito da imagem: nessrider12/CC

Ambev_1-02