logistica-verde

Como sua empresa de entregas pode incentivar clientes a colaborarem pela logística verde

logistica-verdeA logística verde é uma prática cada vez mais comum e bem vista pelos consumidores. Isso porque muitas pessoas já têm hábitos de consumo e comportamentos que agridam o mínimo possível o meio ambiente e dão preferência a empresas que também tenham esse pensamento. Antes de mais nada, é importante não confundir logística verde com logística reversa, que apesar de bastante parecidas, têm diferenças sutis. A logística reversa trata de dar destino certo aos resíduos produzidos pelos produtos depois de usados pelo consumidor, ou seja, se um suco tem uma embalagem de vidro, por exemplo, a empresa tratará de recolher os recipientes vazios e encaminhá-los para reciclagem. Na logística verde esse processo também acontece, mas não somente ele. Nesse caso, todo o processo logístico será voltado para agredir o mínimo possível o meio ambiente, desde a criação das embalagens, passando pela armazenagem, distribuição até chegar a casa do consumidor, que após o uso tratará de contribuir para que a empresa possa dar o destino correto aos resíduos. Em resumo, a logística reversa é apenas uma parte da logística verde.

Como funciona a logística verde?

A  Ambev, uma das maiores empresas de bebidas do mundo, é um dos exemplos de como a logística verde funciona na prática. Além de optar pela renovação constante dos caminhões, que consomem menos óleo diesel e emitem menos CO2, eles otimizam o transporte com a ajuda da tecnologia. Grande parte das viagens é acompanhada por um sistema que permite o monitoramento da frota, ou seja, o motorista possui em um smartphone as coordenadas das entregas que deverá fazer, as que já foram feitas, as mercadorias devolvidas e o motivo das devoluções. Além disso, o sistema de frota compartilhada permite que os caminhões não retornem às fábricas vazios, pois fazem o trajeto de volta carregados com produtos de empresas parceiras.

Por que o consumidor é importante para a logística verde?

Por muitos motivos, mas principalmente porque ele precisará entender o valor daquela mudança e engajar-se na causa. Com a internet isso se tornou mais fácil, já que há dezenas de blogs e grupos que trocam informações e indicam empresas que adotam boas práticas ambientais, entre elas a logística verde. Isso é essencial para que o público entenda porque optar pela sua empresa e não por outra com produto similar, mas que não tenha as mesmas boas práticas. O engajamento do consumidor é importante também pois pode eventualmente causar estranhamento a alguns consumidores uma embalagem diferente e mais econômica ou ter que devolvê-la em algum ponto de coleta, por exemplo. Por isso é essencial que ele entenda os motivos e esteja disposto a contribuir.

Como fazer essa sensibilização?

Como já mencionamos, o boca a boca e a internet são indispensáveis para que as pessoas gostem e engajem-se na causa da logística verde. Por isso, invista em marketing que explique como adotar essas práticas é importante para o meio ambiente. Seja transparente, mostre cada etapa e sensibilize os consumidores. A Natura é uma empresa de cosméticos conhecida por preocupar-se com questões ambientais e que pratica a logística verde. Esse vídeo lançado recentemente chama a atenção para a embalagem ecológica de shampoo e dá lições, de forma descontraída, sobre consciência ambiental e logística verde.

Ter uma cadeia verde é mais caro?

Nem sempre. Em alguns casos é até mais barato, mas é preciso organização e o auxílio da tecnologia. Renovar a frota de veículos em períodos menores pode parecer desvantajoso, mas se pensamos que os caminhões acabam consumindo menos combustível e gastam menos com manutenção, acaba valendo a pena. Ter embalagens retornáveis ou que agridam menos o meio ambiente não custa caro, basta ter um bom esquema para recolhimento e destinação dos resíduos e colaboração dos consumidores. Tudo depende muito mais da mudança de hábitos e processos do que despesas em si.

Sua empresa pratica a logística verde? Já pensou nisso? Conte sua experiência para nós.

Crédito da imagem: Unsplash/CC

centro-de-distribuição

Projete seu centro de distribuição: saiba o que é necessário

centro-de-distribuiçãoUm centro de distribuição bem projetado é capaz de melhorar consideravelmente a eficiência das operações, seja porque tem bom layout ou faz uso da tecnologia de forma eficiente. Quanto mais complexa a logística de distribuição, mais eficiente deve ser o centro de distribuição, como é o caso do CD da Overstock que, por trabalhar com uma imensa variedade de produtos, investe muito em tornar os processos cada vez mais precisos.
Pensar sobre a eficiência do centro de distribuição vale tanto para quem já possui um, quanto para quem ainda está projetando. Fazer pequenas alterações no layout do armazém já podem fazer a diferença, melhor ainda se for possível seguir todas as orientações desde o início de um projeto. Veja o que é necessário:

1. Conheça bem o seu negócio

Cada produto possui especificidades e consequentemente necessidades diferentes. A organização de um centro de distribuição para armazenar alimentos é muito diferente da de quem trabalha com vestuário, por exemplo. Dessa forma, antes de começar o projeto, estude as melhores maneiras de lidar com o produto, saiba o que os principais concorrentes têm feito e quais dificuldades são mais comuns.

2. Envolva as diversas áreas da empresa na concepção

O projeto de um centro de distribuição precisa ser bom para todos os setores da empresa. Converse com os funcionários e pergunte o que eles pensam sobre uma nova forma de organizar o espaço. Às vezes, algo que pode ser bom para um setor, pode dificultar muito o trabalho de outro. Encontrar um meio termo é essencial para um bom projeto.

3. Fique atento à localização geográfica do centro de distribuição

O local que o centro de distribuição está localizado é estratégico por diversos motivos. O primeiro deles é a logística de transporte em si. Caso o local ainda não esteja definido, escolher um lugar com muito trânsito ou de difícil acesso pode atrapalhar muito o dia a dia, atrasar entregas e desgastar a frota desnecessariamente. Outro erro básico que não pode acontecer é escolher um local onde há restrições para o tráfego de caminhões ou com vizinhança muito próxima. No segundo caso, o barulho do seu centro de distribuição pode perturbar os moradores, que farão reclamações e gerarão dores de cabeça desnecessárias. Em contrapartida, escolher um local muito afastado pode ser ruim para encontrar pessoas que queiram trabalhar na sua empresa.

4. Adquira o maquinário necessário

O uso de máquinas só faz sentido quando elas resolvem de forma mais eficiente e econômica o que pessoas fariam. Ao projetar um centro de distribuição, analise se o custo de aquisição de um bom maquinário não é mais vantajoso do que contratar um grande número de funcionários.
Outro tópico relevante sobre esse assunto é a escolha de quais equipamentos adquirir. A compra de equipamentos envolve um uso expressivo de recursos e o gestor pode estar tentado a economizar. O conselho que damos é: pesquise até a exaustão o que seria mais interessante para o seu negócio, mas não opte por um produto só porque é mais barato. Não esqueça que uma máquina poderá servir sua empresa por anos e quanto mais moderna e eficiente ela for, as chances de que não se torne obsoleta tão cedo aumentam.

5. Invista em tecnologia

Muitas empresas já estão investindo em soluções modernas para a gestão do centro de distribuição. Já falamos algumas vezes aqui no blog sobre como soluções de WMS estão facilitando a gestão e tornando processos muito mais rápidos e precisos. Ao projetar seu centro de distribuição, seja do zero ou não, preveja o uso de tecnologia e também o avanço dela. No futuro, a tendência é que a logística seja cada vez mais independente e que a internet das coisas faça parte da realidade dos CDs. Por mais que isso hoje ainda não seja possível na realidade do seu negócio, estar atento ao futuro e projetar um centro de distribuição que possa ser capaz de adaptar-se a isso pode ser fator determinante para o sucesso da sua empresa.

Além das dicas que passamos, o feeling e a experiência do empresário também são essenciais ao projetar um centro de distribuição. Tomar decisões que poderão fazer a diferença permanentemente no seu negócio não é fácil, por isso pense bem antes de tomar qualquer atitude. Converse com colegas, adquira todas as informações possíveis, contrate bons profissionais e tenha a certeza de fazer a coisa certa.

Tem alguma dúvida sobre como projetar o seu centro de distribuição? Deixe um comentário para nós!

Crédito de imagem: GRAPHICALBRAIN/CC

solucao-para-delivery

Saiba como uma solução para delivery pode contribuir para o sucesso do seu negócio

solucao-para-deliveryUma solução para delivery, também conhecida como software para gestão de entregas, pode melhorar a precisão das operações e facilitar a gestão da sua empresa. Isso acontece porque, com a tecnologia, as chances de haver algum erro nos processos de entrega ou na comunicação entre embarcador, motorista e cliente diminuem. Com maior controle sobre a movimentação da frota, é possível analisar possíveis erros e melhorar continuamente.

Veja as vantagens da solução para delivery:

  • Acompanhamento dos caminhões

O mais comum em empresas hoje em dia é que, assim que o caminhão saia da empresa, não haja mais controle e a carga fique a mercê da equipe responsável. Ao implantar uma solução delivery isso não acontece, já que é possível monitorar remotamente todas as movimentações e eventos relacionados a carga. A principal vantagem é que isso evita desvios de rota desnecessários e também permite à equipe saber e avisar o cliente de possíveis atrasos por conta de imprevistos como congestionamentos ou problemas no caminhão.

  • Controle de rotas

Há momentos em que o caminhão precisa fazer várias paradas ou circular em locais que não são conhecidos do motorista. Nesses casos, a solução para delivery ajuda porque traça as melhores rotas para a realização eficiente das entregas. Essa funcionalidade também ajuda a verificar se o motorista está seguindo o que foi planejado ou se fez desvios desnecessários.

  • Gerenciamento de devoluções

A solução para delivery ajuda nas devoluções porque permite contato direto com o embarcador. Assim, caso alguma entrega apresente erro ou alguma avaria é possível negociar, no local do recebimento entrega, para que o cliente fique pelo menos com uma parte da carga, oferecer descontos em próximas compras, etc.

  • Mobilidade

Para implantar uma solução para delivery basta que os caminhões estejam equipados com smartphones. A vantagem é que a maioria das pessoas já tem familiaridade com os equipamentos. Além disso, a mobilidade fará com que os funcionários da empresa possam comunicar-se facilmente de qualquer lugar do Brasil.

  • Emissão de relatórios

Ter controle total sobre o desempenho da operação ajuda a empresa a melhorar continuamente. Como a solução para delivery permite a emissão de relatórios, visualizar erros e acertos torna-se muito mais fácil. Se você identificar, por exemplo, que sempre que o caminhão precisa fazer entregas em uma determinada região há algum tipo de demora por conta do trânsito, mude o horário ou o caminho. Pode parecer uma solução simples, mas com tantas entregas acontecendo ao mesmo tempo muitas vezes torna-se difícil de identificar esse tipo de problema.

  • Fidelização de clientes

A solução para delivery torna as entregas mais eficientes e rápidas, isso em si já melhora a relação com o cliente. Mas o ganho de confiança se dá principalmente porque, como há controle total sobre os eventos que acontecem com o caminhão, é possível avisar sobre atrasos ou problemas. Assim, o cliente consegue se programar e não fica esperando em vão uma entrega que teve problemas.
O que achou das vantagens de uma solução para delivery? Tem alguma dúvida? Escreva para nós nos comentários.

Crédito da imagem: jaymantri.com/cc

 

cta-monitoramento

carga consolidada

Carga consolidada: facilite o transporte e diminua os custos

carga consolidadaCarga consolidada é um conjunto de mercadorias que precisam ser entregues em um mesmo local e por isso podem ser agrupadas como se fossem um só objeto. No que diz respeito à documentação, elas também se torna única, mas especifica os itens presentes na carga e deve ser emitida pela empresa que fez a consolidação. A principal vantagem de optar por essa modalidade de transporte é a redução de custos, mas nem sempre a carga consolidada se configura na melhor opção de transporte e torna-se inviável.

Quando optar pela carga consolidada

Apesar de apresentar diversas vantagens, nem sempre optar pela carga consolidada é a alternativa mais viável. O primeiro ponto a ser observado é a natureza da carga. É importante pensar se transformá-la em carga consolidada não poderá danificar o produto de alguma forma. Em seguida, analise se optar pela consolidação trará vantagens em relação ao espaço físico dentro do modal. Por fim, compare e constate se realmente será vantajoso financeiramente optar pela consolidação. Veja se há a alternativa de escolher a cobrança por peso ou por unidade da carga e escolha aquela que será a opção maia vantajosa para você.

Quais são as vantagens?

Optar pela carga consolidada é vantajoso por vários fatores que resultam em redução de custos. Entenda por quê:

    • Manuseio mais fácil – uma carga transformada em uma unidade é transportada de maneira também única, o que facilita movimentações.
    • Diminui o número de pessoas envolvidas– quando a carga está muito fracionada, muitas pessoas acabam sendo envolvidas. O carregamento de uma carga consolidada pode até exigir o auxílio de uma máquina, mas será feito de uma vez só e de maneira muito mais rápida.
    • Economia de espaço – já mencionamos que quando opta-se pela carga consolidada há de se fazer um estudo sobre o espaço. Na maioria das vezes, consolidar a carga é muito mais vantajoso porque permite colocar mais mercadorias em um mesmo modal.

 

  • Menos maquinário – as cargas consolidadas acabam seguindo o mesmo padrão de tamanho e peso. Por esse motivo, as máquinas necessárias acabam sendo em menor número do que se houvesse uma variedade grande de produtos.
  • Maior controle – é muito mais fácil controlar a movimentação de alguns módulos de mercadorias do que centenas de produtos espalhados. Optar pela carga consolidada facilita a organização do layout do armazém e torna os processos mais simples.

Além dessas vantagens também há outras consequentes como economia de combustível, pedágio e manutenção se o caminhão tiver que fazer menos viagens por conta do melhor aproveitamento de espaço. Evitar erros como a falta ou atraso de mercadorias que estão em caminhões diferentes e muitos outros.
Qual a sua opinião sobre carga consolidada? Conte para nós nos comentários.

Crédito da imagem: PublicDomainPictures/CC

3 cases de sucesso-02